domingo, 20 de dezembro de 2009

Adaptando a Caixa de Pandora


Uma das coisas boas de você fazer uma universidade de cinema é a quantidade de experiências que são proporcionadas, não só na vida profissional quanto na pessoal, mas vamos nos focar na prática cinematográfica, pois já desabafei no tópico anterior.
Nesse semestre que acabou agora, o quarto, tivemos todas as introduções para as especializações que escolheremos para o próximo ano e também um trabalho coletivo interdisciplinar. Tivemos que adaptar o mito da caixa de Pandora num vídeo de 3 minutos.
Após a formação do grupo, pela primeira vez dividimos as funções rigidamente, felizmente cada um escolheu aquela que gostava e não tiveram disputas. A mim, coube fazer o roteiro e como não ia dirigir o curta, não pude simplesmente jogar as idéias que tinha, tive que ouvir o grupo e organizar as minhas idéias com as vontades do grupo e principalmente do diretor. Resultado? Um roteiro bem interessante, na minha opinião. A falta de liberdade tanto por tratar-se de uma adaptação e por causa das restrições impostas pelo diretor e pelo grupo poderia ser considerado um ponto negativo, mas para mim foi um grande aprendizado que eu repetiria facilmente.

“O Restelo” teve um resultado final acima das minhas expectativas iniciais, mérito da direção, também conseguimos que a foto e o som ficassem ótimos, tivemos uma produção bem organizada e rigorosa, e ainda que o roteiro possa ter ficado um tanto confuso por optarmos por tantas metáforas, acredito que foi possível narrar de forma que o filme se explique sozinho para quem prestar muita atenção. Algumas falhas são inevitáveis e a falta e dois atores no último plano dificulta um pouco mais a leitura, mas abre para outras interpretações. “O Restelo” já trouxe elogio de professores e uma ótima experiência em grupo, qualquer coisa que vier a mais já estará de bom tamanho.

Parabéns ao grupo que apesar de sermos estudantes soubemos trabalhar melhor do que a maioria dos corretores de imóveis, mas isso não é muito difícil.

2 comentários:

vitor disse...

Fiquei tão feliz quando meu irmão Heitor entendeu o filme logo depois de assistir e sem eu precisar dar nenhuma explicação.

Cairo Braga disse...

CARALHO AHAZAMOS TAMOS ÓTIMOS FIZEMOS TOTAL O REQUISITO BGOS CB

 
Copyright 2009 Audiovisualverde. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator