sábado, 1 de maio de 2010

frio


Minhas mãos estão frias, de tempos em tempos bate um vento gelado aqui em casa, mesmo com as portas e janelas fechadas. Ainda que eu não more sozinho e que a casa sempre receba pessoas, hoje ela está vazia. Quando olho para o lado, não vejo ninguém, nem mesmo a pequena cachorra que abrigamos pelo fim de semana.
O frio me lembra um filme, um filme bastante divertido que assisti alguns anos atrás. De alguma maneira, o universo de fantasia infantil sempre me encantou, desde quando eu era criança (talvez ainda seja um pouco). Nós nos permitimos sonhar, nos permitimos ficcionar sem compromisso. E já um pouco crescido e consciente do meu gosto pessoal e profissional por cinema, fui ao shopping assistir a animação com Tom Hanks, "O Expresso Polar".
Sentado na última fila, sozinho, cheguei alguns bons minutos antes do começo e já com o ar condicionado ligado e vestindo os trajes tipicos de um verão caiçara. O filme começou e todo aquele ambiente nevado só fazia diminuir a temperatura do meu corpo, me encolhia na cadeira do meio numa sala quase vazia.
Lembro-me de imagens encantadoras e canções embalantes, ainda que dubladas. Lembro do trem descarrilhando e de um papai Noel convincente, mesmo para mim que já praticamente nem lembrava do bom velhinho no Natal. Lembro dos desejos, da desconfiança, da fantasia... Lembro de coisas que me acompanham até hoje, acredito em muitas delas.
Quando somos crianças temos comportamentos tão bonitos que se perdem com o tempo. Hoje escuto muitas pessoas reclamando de crianças arteiras e mal comportadas, pessoas frias que praticamente não enxergam a beleza de um pequenino tomando chocolate quente num vagão de trem no meio de um deserto gelado. É possível sentir a sensação do liquido quente descendo pela garganta e aquecendo o corpo.
Não gostaria de criticar "o" filme. Pois talvez o mais importante aqui seja a mensagem que ele deixa. Nesse momento, me questiono se a mensagem seria mais importante do que a obra? Acho que não existe resposta. Mais tarde teorizo sobre isso.
Não vejo neve aqui. Não vejo crianças aqui. Vejo uma casa quente e confortável, mas que de tempo em tempos é surpreendida por um vento gelado, quase num sinal de que somos adultos.


Aqui tem o torrent do filme para baixar:
http://www.btmon.com/Video/Movies/O.Expresso.Polar_2004_DvDrip.AC3_Dublado_-jandor2009.torrent.html

0 comentários:

 
Copyright 2009 Audiovisualverde. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator